E a Europa que não se mexe…

German Chancellor and leader of Germany's Christian Democratic Union (CDU), Merkel waits for a TV interview at the end of the CDU's annual party meeting in Hanover

Foto KAI PFAFFENBACH/REUTERS

Em jeito de fim-de-semana, e a Europa que não se mexe, que continua a empurrar os problemas com a barriga. O método europeu em grande estilo: muitas palavras, grandes teorias, uma lista de argumentos complexos, inspirados em Berlim, para responder aos problemas mais agrestes, e quase nada de medidas. Enquanto isso, o Sul afunda-se numa recessão económica e social, com o desemprego em níveis alarmantes.

As perspectivas continuam negras, mas objectivos não faltam à Europa. Rompuy falava, na quinta-feira, da urgência de uma união bancária, de uma união fiscal e de uma união económica. Falava, porque, de facto, só anunciou a criação de uma espécie de fundo europeu de estabilização para apoiar os países intervencionados nas crescentes despesas com o subsídio de desemprego. E é assim, a Europa a empurrar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: