Agora podemos esperar tudo

Opinião

Texto publicado em Dinheiro Vivo

Quando começo a escrever, acaba de sair na France Press um take com o seguinte título: “Para Paris, a taxação dos pequenos aforradores foi um erro”. É o porta-voz do governo francês, Najat Vallaud-Belkacem, a qualificar a decisão do Eurogrupo e de Nicósia para resgatar a economia do Chipre e que, entre outras medidas, prevê a aplicação de um imposto extraordinário sobre todos os depósitos, mesmo os mais baixos.

França não foi o primeiro, nem será, muito provavelmente, o último país do euro a demarcar-se desta brilhante decisão assinada pelos seus ministros das finanças, madrugada dentro.Até já o nosso ministro das Finanças veio oportunamente dizer que a ideia foi dos cipriotas.

Sim, porque foi numa oportuna sexta-feira à noite que tudo começou, que estas mentes brilhantes, entre as quais não poderia faltar Vítor Gaspar, se sentaram à mesa e decidiram enterrar de vez a solidariedade na Europa.

Agora sim, podemos esperar de tudo. No Chipre, na Grécia, ou mesmo em Portugal. Por mais que nos garantam – o que é natural, em causa própria -, a partir de agora, ninguém pode estar seguro de que as suas poupanças, no limite o pouco dinheiro de uma vida de trabalho, não será atacado, e de noite para impedir qualquer tipo de reacção (só assim se poderia garantir a eficácia do corralito, como ficou conhecida na Argentina esta prática, até aqui inédita na Europa).

E assim a Europa, continua a cavar a sua sepultura, cada vez menos credível, cada vez menos solidária, cada vez mais dividida. Mais uma vez, desta vez, por 17 mil milhões de euros e menos de 0,5% do PIB da zona euro, o Norte recusa correr riscos para resgatar mais um país do Sul, cheio de histórias de corrupção, onde os bancos têm a fama, merecida, aliás, de lavar dinheiro russo.

Tem razão o porta-voz do governo francês. Foi, de facto, um erro taxar os pequenos aforradores do Chipre, foi um enorme erro de cálculo, mais um. Por mais que custe a Merkel explicar em Berlim a importância de não deixar cair o Chipre, vale bem a pena o esforço, em causa está muito mais do que meio ponto de produto europeu.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: