Partido!

imageEscrevo com a mão esquerda (já vão perceber porquê), pelo que isto pode dar porcaria, ainda que não tenha batido com a cabeça. Tive uma noite de passagem de ano, digamos, lixada. Ainda antes da sobremesa, fui para a porta do restaurante para conseguir falar ao telefone, desejos para cá, beijinhos para lá, escorreguei com as p…s das minhas lindas botas Fly (motard, sem saltos) na c..rona da calçada portuguesa toda molhada. Senti logo uma dor do caraças e, pior, a impossibilidade de mexer o pulso. Bem, mas uma pessoa não acredita que não passe e a verdade é que, confirmo, tenho uma resistência à dor muito grande, sou uma forte, é o que é. Não, não caí à conta da ingestão de cenas!!! Percebemos ali que a festa continuaria, mas em casa. Sem stresses. Conseguimos que a central nos atendesse e enviasse um táxi, uma hora e tal depois, mas o alívio e aquela sensação do “eixxxx ganda sorte” durou pouco, porque rapidamente percebemos que nenhum de nós tinha chave de casa. Eram quase três da manhã. Cheguei a pensar em f…. o orçamento do mês com uma noite no Pestana apalace, ali mesmo ao lado, mas um dos nossos cinco vizinhos estava a chegar a casa no exato momento em que pagávamos ao motorista. A primeira etapa estava cumprida, já não dormiríamos ao relento. Entretanto, a dor não passava. Subimos e tentámos abrir a porta com aquelas coisas que dizem que funciona, tipo BI, mas, parecia que sim, mas não. Ai, o Pestana deve ser uma pipa! Último grito, e se fossemos pedir aos mesmos vizinhos um Raio X?! Quando vi aquele estalido da fechadura nem queria acreditar, era mesmo uma sortuda, home sweet home! Tentei esquecer, mas não deu, a estúpida da dor não dava sinais de passar. Indecisões à volta de chamar ou não médico a casa, lá para as 4 e tal partimos, com as chaves no bolso, para a Cuf, aí havia raio X. As urgências estavam às moscas, acordei a açoreana, endocrinologista e especialista em nutrição, que estava de banco. Radiografia só de manhã, que a técnica vive no outro lado do rio. Mas partido, não me parece, mexia os dedos e tal. Levei com uns opiáceos na veia e uma hora depois estava de regresso a casa com o compromisso de voltar umas horas depois para fazer o raio X. Dormimos e lá para as três (da tarde) estávamos novamente a caminho do hospital. Juro que pensei lá não voltar, já tinha a receita com os comprimidos para as dores, mas antecipava uma missa aqui do marido. Raio X feito e a mesma convicção, partido não deve estar, devido à mobilidade, aquilo até tinha melhorado com uma tala elástica toda xpto. Aldrabice, partido e bem partido, o pulso, estou toda engessada, e só na segunda é que ficarei a saber se não terei que ser operada. Agora, isto serão pelo menos oito semanas assim, maneta da mão direita. O simples ato de desenroscar a tampa da pasta de dentes dá trabalho. E nem quero pensar no banho (hoje não tomei, gosto sempre de um dia de jaguncice e não havia melhor desculpa). Bem, é um mundo novo, descobrir novas perspectivas e como dizia um amigo meu, há um ditado beirão que diz: “se partes o pulso no réveillon, o ano vai ser bom, bom”. Pronto, por aqui, esta tudo bem, muitos mimos, mais ainda, e nos próximos tempos a minha vida será uma esquerda de acontecimentos. Unbreak my arm, say you love again……

Advertisements

6 thoughts on “Partido!

  1. “unbrake my arm, say you love again” é lindo!
    Vai ser um grande ano silvia, já vais poder riscar “aprender a ser ambidestro” da lista de objectivos para a vida 🙂

    beijinhos e as melhoras*
    a ah! Bom ano!

  2. Se fosse no teatro e levado à letra, diríamos que “break a leg” seria um bom augúrio.
    Então que o real break a pulse possa ser a metáfora de um ano em cheio!

    PS: e que não seja precisa a operação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s