Entrevista sob a rua cor-de-rosa

Entrevista - Pedro Mendes Leal

Artigo publicado no Dinheiro Vivo
Fotografia de Diana Quintela/Global Imagens

A obra está, finalmente, concluída – esta entrevista foi, aliás, feita no piso -1 do mais novo parque de estacionamento de Lisboa, o do Mercado da Ribeira/Cais do Sodré -, mas demorou e custou mais do que o previsto.

Os achados arqueológicos, dos quais o mais importante foi um fundeadouro romano (séculos I a.C. a VI d.C), dificultaram o trabalho da Empark: “Ainda não temos essas contas completamente fechadas, mas não estranharia que o custo da obra tivesse aumentado entre 15% e 20% face ao inicialmente previsto. E a obra foi muito longa, poderia ter sido feita num ano, ano e meio e demorou mais de dois anos”, afirmou ao Dinheiro Vivo Pedro Mendes Leal, o presidente executivo da empresa portuguesa, a terceira maior gestora de lugares de estacionamento da Europa.

O parque de estacionamento Mercado da Ribeira/Cais do Sodré custou à Empark cerca de seis milhões de euros e promete figurar na lista dos mais rentáveis. Mas não tanto quanto o dos Restauradores, o de faturação mais elevada da lista de 109 explorações que a empresa detém em Portugal. Segundo Pedro Mendes Leal, este novo parque deverá servir diariamente cerca de 500 pessoas e faturar aproximadamente 400 mil euros por ano. “O que já seria um bom resultado. O nosso business plan foi feito com base em números de 2005 e 2006 e, entretanto, esta zona da cidade está mais na moda”, acrescentou o gestor.

Só por estar localizado perto da Rua Nova do Carvalho, a nova “Rua Cor-de-Rosa” das discotecas e bares do Cais do Sodré, o novo parque da Empark ganhou um tapete cor-de-rosa a todo o comprimento. Com a inauguração deste parque e de outro na Rua de São Bento, em Lisboa, a empresa ultrapassa os 500 mil lugares de estacionamento sob sua gestão.

A Empark, cujo maior acionista com 51% é o grupo A. Silva & Silva, que chegou a ser, nos anos noventa, uma importante construtora, prevê investir em Portugal, ao longo de 2014, cerca de sete milhões de euros.

Está previsto o arranque das obras de construção de outros parques em Lisboa, como o da Avenida Infante Santo e o do Liceu Camões, na Praça José Fontana. Incluindo as operações em Espanha – país que já é responsável por 80% do volume de negócios da Empark -, Reino Unido e Turquia, o montante do investimento salta para 20 milhões de euros.

Valores que serão suportados, sobretudo, pelo cash flow da empresa. “Hoje em dia os níveis de alavancagem foram muito alterados. Antes da crise, financiávamo-nos com 70% capital alheio, 30% capitais próprios. Agora, é precisamente ao contrário”, explicou Pedro Mendes Leal. A empresa não antevê, aliás, dificuldades de financiamento da sua expansão, depois de, no final do ano passado, ter efetuado uma emissão de obrigações no valor de 385 milhões de euros.

Segundo o gestor, esta operação permite à Empark encarar 2014 sem grandes preocupações a este nível. O ano começou, aliás, de forma encorajadora: “Os dados mês a mês já são superiores ao ano de 2013, o que nos dá alguma expectativa de recuperação. O mesmo se passa em Espanha. Estamos mais confiantes”, frisou o mesmo responsável.

Líder no negócio do estacionamento na Península Ibérica, a Empark registou, no ano passado, um volume de negócios de 185 milhões de euros, em linha com os números de 2012, e um EBITDA (cash flow operacional) de 64 milhões de euros. Os resultados do ano passado serão negativos na medida do custo da emissão de obrigações efetuada em dezembro, ou seja, 12 milhões de euros. “Tudo indica que este ano já regressemos aos lucros e com um volume de negócios ligeiramente superior”, concluiu Pedro Mendes Leal.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: